terça-feira, 7 de outubro de 2014

Motorola Moto 360 x Samsung Gear Live

Olá povo,

Todo participante da Google I/O 2014 ganhou um smartwatch no dia do evento. Podíamos optar pelo Samsung Gear Live ou o LG G Watch. Acabei optando pelo relógio da Samsung pelo tamanho da tela e pelo sensor de batimento cardíaco.
Mas o Google prometeu que enviaria o Motorola Moto 360 "em breve". Devo adimitir que fiquei cético de eles enviariam aqui para o Brasil. Mas depois de muito esperar ele finalmente ele chegou!*
Sendo assim, me senti obrigado a fazer um comparativo entre meus dois smartwatches. As principais diferenças e que eu achei a usar os dois estão descritas a seguir.
  • A tela redonda do M360 aparenta ser maior do que a do Gear Live o que facilita a leitura.
  • O modelo do M360 que eu recebi tem uma pulseira com o fecho de fivela, diferente do Gear Live que é de pressão. Achei mais chatinho de colocar o relógio no pulso, mas em compensação você não corre o risco do relógio sair voando e cair numa poça de lama num dia de chuva caso você se enrosque em alguma coisa. É... aconteceu comigo... :( Mas ele sobreviveu e só saiu com um pequeno arranhão na parte metálica :)
  • Não sei se todos sabem, mas a área útil da tela do M360 não é completamente redonda. Na parte inferior fica uma área física onde encontra-se o sensor de luminosidade/presença que ocupa parte da tela do aparelho.
  • Um detalhe que não me agradou no M360 é que apenas 1dos 7 mostradores padrão (chamados de wearfaces) mostra a data. No Gear Live temos 13 mostradores dos quais 4 mostram a data. Isso é besteira, é só ir no Google Play e baixar um (ou fazer um, porque não?)...
  • Sem dúvida o que mais me incomodou foi que, para ver as horas no M360, eu tenho que movimentar o braço. Diferentemente do que acontece no Gear Live, que mesmo com o braço imóvel, os ponteiros são exibidos (ou os números no caso do mostrador digital), e ao fazer o gesto de ver as horas a tela do aparelho é acesa por completo. Achei estranho não ter isso no M360, pois o Moto X já tem um comportamento parecido.
  • O ponto negativo do item anterior se transforma em ponto positivo no quesito duração da bateria. O M360 durou comigo facilmente 2 dias, enquanto que o Gear Live dura entre 1 dia e 1 e meio.
  • O caregador por indução do M360 é muito fodástico, além de não precisar conecta-lo a nada, a bateria carrega bem rápido. Já o carregador do Gear Live é ruim de conectar/desconectar, sem contar que eu acho muito frágil. Sempre acho que ele pode quebrar a qualquer momento (como aconteceu com um conhecido na imagem abaixo).

    [EDITADO em 15/12] O conector do meu Gear Live quebrou... :( [/EDITADO]
  • Ambos possuem sensor de batimento cardíaco, mas o do M360 eu achei legal :)
  • E para desenvolver? No Gear Live você pode desenvolver utilizando o cabo USB normalmente, já no M360 você terá que fazer o deploy via bluetooth.
[EDITADO em 13/10]
Fui testar um layout para tela redonda no Moto360 e descobri que ele  só carrega o layout da tela quadrada :(
https://code.google.com/p/android/issues/detail?id=76097

Ao voltar a usar o Gear Live hoje, notei que ele é mais fluido que o Moto360.

[EDITADO em 15/10]
Notei que a frente do relógio (wearface) influencia drasticamente na bateria. Usei uma frente ontem que a bateria durou em torno de 13 horas. Utilizei uma do próprio aparelho hoje e após 14 horas de uso ainda restavam 51% de bateria.
[/EDITADO]

Resultado final? Bem eu compraria qualquer um dos dois facinho :)
Atualmente o M360 está sendo vendido por 249.99 dólares enquanto que o Gear Live é 199.99.

Falei alguma besteira? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário!

4br4ç05,
nglauber

*Chegou pelo FedEx e o Google pagou todos os impostos... Valeu GOOGLE!!!!

10 comentários:

Unknown disse...

Em relação ao ao m360, em ver as horas sempre, não seria apenas ativer ou desativar a função MODO AMBIENTE para ligado/desligado?

Nelson Glauber disse...

Oi Unknown,

Ativando essa opção a tela fica toda ativa (eu vejo todos os componentes da UI) mas com menos luminosidade no display.
Se você observar na foto, o Gear Live deixa apenas os ponteiros com uma luminosidade maior.

4br4ç05,
nglauber

dms disse...

Nglauber,

O meu moto360 está com dificuldades de reconhecer comandos em português, ele insiste em varias vezes fazer a pesquisa no Google no lugar de executar o comando.
Algumas vezes o medidor de frequência cardíaca não mostra corretamente os batimentos. Para ficar melhor a pulseira tem que ficar mais apertada e o braço imóvel.
Queria poder, mesmo perdendo bateria, deixar o relógio com uma "face" o tempo todo ligado, ou fica parecendo que você tem um relógio estragado no pulso. Não gostei do modo ambiente.
Legal a sua palestra em Goiânia, quero ver se desenvolvo algum app usando o relógio.
[]s Daniel
www.neoage.com.br

dms disse...

Nglauber,

Talvez você se interesse, mas resolvi comprar também uma pulseira do relógio Pebble Stell para colocar no meu Moto360.
http://www.neoage.com.br/2014/10/moto360-pebble-Stell.html
Não gosto de pulseira de couro, acho que a de metal irá deixar o relógio com um aspecto melhor.
[]s Daniel

Vitor Gomes Neves Oliveira disse...

Isso acho que seja por conta da tela, que no Gear Live é Amoled, que tem como diferencial não exigir energia nas cores pretas, enquanto na IPS o preto também é iluminado. No caso da Samsung, somente os ponteiros teria iluminação, e economizaria uma baita energia, e no Moto 360 a tela toda ficaria ativa, gastando mais bateria.

Por isso que o Moto X usa Amoled, pra economizar bateria com o Moto Tela, e isso deixa ainda mais hilario o fato de que o Moto 360 não ter isso.

Nelson Glauber disse...

Oi Vitor,

Obrigado pela contribuição com os detalhes técnicos ;)

4br4ç05,
nglauber

Sergio Marques Machado Junior disse...

Nelson,

E o problema de ficar com sombras da tela de carregar no moto 360? ocorreu isso com o seu?

Na sua opnião independente do preço, qual é o melhor?

Nelson Glauber disse...

Oi Sergio,

Recebi o meu a poucos dias e até agora não percebi esse problema.

Em relação a comprar um ou outro eu prefiro não me posicionar. Eu gostei mais do Moto 360, mas o quinto tópico do meu review me incomoda muito.

4br4ç05,
nglauber

Paulo Menezes disse...

Você acha que vale a pena comprar o M360? Acho ele bem bonito mas não sei se é realmente útil. Vale a pena o investimento?

Nelson Glauber disse...

Oi Paulo,

Se eu não tivesse ganho um Android Wear, acho que não compraria. Mas depois de meses usando, acho que vale muito a pena. O fato de você ter a informação direto no seu pulso é muito bacana e útil.

Pessoalmente, estou usando mais o Gear por causa da tela Amoled como o Vitor comentou acima.

4br4ç05,
nglauber